Administração Financeira no Agronegócio, em resumo, é a gestão dos recursos financeiros que transitam pela empresa/fazenda, a curto e longo prazo, cujo principal objetivo é maximizar o valor agregado, os ativos, a rentabilidade e o retorno para seus acionistas, além de garantir sua continuidade.
Grande parte das pessoas diria que o objetivo seria a maior lucratividade, ou otimizar os lucros, e para isto, seria necessário maximizar as receitas e minimizar os custos e despesas.
No entanto, um bom administrador sabe que se esta visão for levada ao extremo, poderia levar uma empresa a grandes prejuízos.

Um bom administrador busca RENTABILIDADE.

Um exemplo: Se uma empresa optar por deixar de realizar manutenções preventivas em máquinas, equipamentos, estrutura geral, certamente reduzirá custos imediatamente e gerando o aumento do lucro. Porém, a vida útil destes bens será reduzida e  consequentemente ocasionará prejuízos (perda de desempenho produtivo, paradas por manutenção corretiva, mão de obra ociosa, gastos indiretos), levando a necessidade de reinvestimentos.
Por este motivo, o lucro não é uma medida de desempenho financeiro adequada para as empresas, principalmente para fins gerenciais.

Lucratividade x Rentabilidade



Lucratividade é uma variáel que indica qual é o ganho que a organização obtêm numa relação entre o seu lucro líquido e a receita total.
A rentabilidade é uma relação entre o lucro líquido e o investimento feito.
Para se chegar à rentabilidade, basta dividir o lucro da empresa, aferido em um determinado período de tempo, pelo valor do investimento inicial (ou o valor atual da empresa). O resultado, em percentual, representará a rentabilidade deste negócio no período correspondente.

Viu a diferença ?

De que adiantaria um lucro X se você teve que investir um valor X+Y?
A partir destes breves exemplos podemos identificar a importância de um administrador de agronegócios.
A demanda por esses resultados vem sendo mais dura safra a safra e a cada ano fica mais evidente os papéis de cada um de nós nas propriedades.
Obter números rentáveis em toda a cadeia demanda muito estudo, conhecimento de mercado, dedicação e tempo, portanto, é correto afirmar que um profissional especializado se faz necessário.
Um agrônomo é especialista em produzir, mas quem ganha dinheiro com isso é o administrador.



Author: Michely Santana

• Bacharel em Comunicação e Marketing, Especialista em Administração de Empresas (FGV), MBA em Agronegócios (Esalq - USP). • Administradora de Agronegócios, Prática, Realista, Sincerona, Sonhadora, Negociadora, Criativa e Observadora.